Hospital Business

Principal
Hospital Business
Programação Científica
Localização
Inscreva-se
Imprensa
Contato
Save the date - 23 e 24 de Outubro de 2013

Informativo

Digite aqui o seu e-mail e receba novidades sobre o Hospital Business - 3º Fórum Internacional de Gestão em Saúde.

Compartilhar


Agência Oficial

Imprensa

Entrevista com Dr. Gonzalo Vecina

Superintendente Corporativo do Hospital Sírio Libanês, dr. Gonzalo Vecina, fará a conferência de abertura do 19º Hospital Business e 3º Fórum Internacional de Gestão em Saúde. O debate abordará o tema “O papel do Estado na regulação de Saúde e da assistência médica e o impacto econômico dessa intervenção”? Em entrevista, Vecina fala da importância do evento para o setor saúde, além de apontar questões que farão parte da conferência.

Quais serão os principais pontos que o senhor pretende abordar sobre “O papel do Estado na regulação de Saúde e da assistência médica e o impacto econômico dessa intervenção”?

As transformações econômicas, sociais e também científicas ocorridas nos últimos anos na sociedade brasileira foram muito radicais. Na área tecnológica, muita coisa aconteceu no setor saúde, mas também muita coisa aconteceu na área da gestão, principalmente a introdução da tecnologia de informação e introdução da web, da internet. Houveram transformações tanto sociais,  demográficas e epidemiológicas, quanto mudanças na questão da gestão e isso fez com o que o estado fosse se tornando cada vez mais ineficiente. Porque o estado quando faz alguma coisa, faz muito uniformemente e aí começa a se afastar do fazer e começa a se aproximar do garantir o acesso, então, na área da saúde isso se torna muito evidente, porque é de complexa governabilidade. A partir daí, o estado começa a ser substituído pelas entidades privadas, com ou sem fins lucrativos, na tarefa de fazer e passa a ser responsável pela questão da entrega em diversos setores. O estado tem que garantir que os cidadãos tenham seus direitos, mas não tem necessariamente que fazer. Dadas às transformações que ocorreram no mundo da gestão, que o estado não acompanhou, por uma série de motivos, inclusive  pelo fato de que ele é um gestor uniforme de áreas muito diferentes e complexas.
Pretendo fazer um pouco desta analise das transformações, que acaba desaguando nesta concepção relativamente recente da criação do estado regulador.  Discutir essas consequências e o alcance dessas ações regulatórias do estado na produção de serviços e ação na área da saúde.

Existe algum país que o Brasil deveria se espelhar nessa relação entre iniciativa privada e a regulação do poder público? Qual e por quê?

O Brasil deve olhar com atenção para os países desenvolvidos da zona do euro, que tem sistemas de saúde universais onde a presença do estado, para garantir o acesso do cidadão é muito evidente. Nestes países, a presença do setor privado é muito pequena. O estado interfere menos na vida do setor privado. O Brasil já tem uma situação um pouco peculiar, com um SUS que não atende a população que de fato necessita e tem uma iniciativa privada que também tem problemas de cobertura, desigualdade da informação, entre outros.

Qual a importância para o setor eventos como Hospital Business?

Nós não temos um suficiente acúmulo de conhecimento na questão da área da regulação sanitária de serviços de saúde, então, nós precisamos debater essas informações, transformar essa informação para que ela possa virar ação e gerar um novo movimento. Este será um papel importante do fórum. Agregar luz, discussão, conhecimento a esse debate.

 






| voltar

 



viagra p? n?tet viagra priser V?rlden Cialis Kamagra tabletter dapoxetine Tidig Utl?sning viagra alternativ Kamagra tabletter viagra priser Sildenafil 100m viagra p? n?tet cialis pris K?pa billiga Cialis online Billiga Viagra sildenafil receptfritt Viagra utan recept L?kemedel Sverige Viagra ?ver disk viagra kostnad f?r cialis Cialis 2.5mg Sildenafil Citrate 100mg Viagra P? N?tet Generisk VIAGRA cialis pris Best?lla Tadalafil billiga Kamagra Oral Jelly